Silêncio

O que vem sem ninguém chamar por ele. Aquele que incomoda, o que ocupa espaço, que se coloca entre duas pessoas. O que diz o inaudível, diz mais do que deve, muitas vezes mente. O que acrescenta pontos, gera intrigas, desavenças e histórias mal entendidas. Pode acabar com os grupos, separa desconhecidos, confronta os inibidos, faz … Continue a ler Silêncio

Um dia.

Quando o pequeno disse já chega, ninguém ouviu. Queres mais? Já chega, disse novamente, mas ninguém ouviu. Quando o pequeno disse quero mais, ninguém ligou. Perguntaram, porque queres mais? Quero mais, mas ninguém ligou. Quando o pequeno disse vou embora, ninguém acreditou. Perguntaram, já vais? Vou, disse, mas ninguém acreditou. Um dia não havia ninguém … Continue a ler Um dia.