Carrossel

Foi assim, quando passou por mim,

Quis olhar, para trás do teu olhar,

No final, todos olharam para nós,

Eu fiquei, sentado entre nós.

 

Fui andar, tu não quiseste ficar,

Eu contei, a história de um rei,

E então, o mundo ali parou,

Um dois três, a história outra vez.

 

Volto agora, porque ninguém escutou,

Olho ao lado, e ninguém me contou,

Que voltaste, quando ninguém foi lá,

Eu entrei, pelo lado de lá.

 

Pelo espelho, onde ninguém entrou,

Vi o lado, que a ninguém mostrou,

Eu chorei, mas o som gargalhou,

Assim voltei, e a feira acabou.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s