Correu

– Alice! Alice!

Tal como Alice ela correu mais uma vez. Fugiu, fugiu para não ser vista. Correu, correu para não ser encontrada. Minguou, cresceu, voltou a minguar mas não desapareceu. Correu, correu e voltou a encontrar. Cantou, comeu e voltou a escapar. Lutou, cresceu e chegou ao mesmo lugar donde havia partido.

– Alice! Alice!

Correu, correu e nunca mais se lembrou do caminho que percorreu e dos dias em que não quis ficar. Chorou, nadou, mas não se deixou estar, pois logo de seguida correu, dançou, cantou, mas nunca entendeu o lugar.

– Curioso, muito curioso!

Correu, correu…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s