(II) EU

A ordem do Eu.

Eu que mando dou ordem de avanço, ordem para continuar. Eu sei que lhe vou mostrar que não tem volta a dar.

A ordem que faz o Eu ser não tem principio, meio, nem fim. Onde o Eu não tem lugar nem tempo. O Eu não sabe onde se encontrar. O Eu não sabe onde está. O Eu não sabe para onde vai, nem o que o domina. O Eu não se domina porque apenas tem a impressão, apenas a ideia de que é assim ou assim.

Assim o Eu é:

– Eu sou assim, assim e assim. Assim é ele e nós também somos assim! Eles são assim. – disse o Eu.

Os Eu são todos assim, assim. Mas assim não tem lugar, assim é só sensação. Têm impressão que assim são. A sensação, certa, de que ser assim é mais ou menos que ser assim.

O Eu que é mais assim é mais ou menos que aquele que é assim. Aquele que é assim e assim é bem mais que o Eu que é mais assim.

Mas o Eu poucas vezes sente que é assim e que o outro é assim também. No entanto, eu que  mando aqui digo que. Eu assim sou igual àquele assim, porque ambos somos assim, assim e assim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s