O querer de dever Ou o dever do querer.

O que dizer quando dizer não chega?
Dizer, eu digo que. Querer não é poder nem nunca foi.
Todos querem alguma coisa e logo depois um algo mais.
Querer até morrer. Morrer de tanto querer.
 
O estrume do desejo que fertiliza o planeta Terra às vezes quer mais do que devia, mas o querer sempre supera o dever. Porque o dever nem sempre quer e o querer sempre deve. O dever é. O querer talvez.
 
– Eu devo ir ali, mas quero ir além.
 
Além de quê, de alguém?
 
– Hoje ganhei o concurso.
 
A meta é o destino. O destino é a morte. A morte não é fim para os imortais. Imortais são aqueles que chegam às metas. Quem chega à meta ganha prémio. Quem ganha prémio fica notado. O imortal é o que quer. Ele quer ou deve?
 
 – Deve querer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s