Atestado para o dia-a-dia

Pois muito bem Dr. 
Escrevo-lhe esta carta porque estou com muitas dúvidas em relação ao diagnóstico que me fez. É impossível que eu não tenha nada dentro de mim. Continuo a sentir esta dor constante no meu peito, as minhas pernas ficam dormentes, pelo menos duas vezes ao dia, os meus olhos não veem da mesma maneira, agora tudo parece turvo, e não consigo parar estes pensamentos obsessivos que me atormentam o sono. 
Alguma coisa tem de estar mal. Preciso que reveja todos os exames que fiz, com certeza algo lhe escapou.
Eu estou doente. Eu quero estar doente, preciso estar doente. 
Esta é a única explicação para o que sinto, não pode haver outra explicação senão a doença.
Preciso tirar este peso de cima dos meus ombros, não se pode ser normal e sadio com tantos sintomas.
Portanto aguardo o seu atestado de total incapacidade e insanidade para o dia-a-dia. 
Assim vou ter certeza de que o que sinto é normal.
Obrigado

John V.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s