Mesa do bar

Nós três ali naquele canto, daquele bar, ao fim daquela noite de belo luar, sinais de um verão que está a chegar, senti a vontade de ir embora, mas a noite foi, entre conversas, histórias e cantigas, foi passando o tempo. Historias que ocuparam dias das nossas vidas contadas em algumas horas, alteradas pelo momento ou não todas tinham um protagonista, todas tinham uma moral, uma queixa, um anuncio.
Era tempo de ir embora o tempo passou, as pessoas que tinham vindo já tinham ido, as que tinham ido vagaram os seus lugares para as próximas que estavam para vir, e assim continuava cheio de historias aquele bar.
O tempo a passar, com as lamentações de muitos desejos, a lua a passar por entre aqueles beijos.
O som das guitarras no fundo, cada uma cantando a sua história, histórias totalmente diferentes que se misturavam como primas, mas nada em comum tinham, na realidade. E ela ali à sua frente, sorrindo com um tom de emocionada pelo momento, fazia a sua melhor cara para mostrar o seu encanto. Achei que estava mortinha por ir embora, isso sim.
Mas assim, enfim, continuamos pela noite fora a beber e a falar, nada de mais apenas o necessário para deitar para fora alguns dos males que nos atormentam os dias, como uma forma de exorcizar todos os demónios que nos tomam o corpo.
Assim, enfim, o tempo foi passando naquele bar.

John V.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s