Reflexão sobre a ausência

 – Eu vou! Eu vou!
 – Sim, eu sabia…  tinha de ser, não poderia ser diferente. E vens quando?
 – Ainda não sei, mas será em breve.
 – Bom, muito bom. Faremos tudo que combinamos, veremos tudo o que há para ver.
 – Sim.
 – A verdade é… o que eu quero mesmo, é estar contigo.
 – Eu também, tu sabes…
 – Sim, eu sei…
 – Então até breve.
 – Então… Até já!

Desliga o telefone, olha pela janela da sala. As pessoas e os carros passam na rua. Uma menina, que aparenta uns 5 anos de idade, está acompanhada por uma mulher que parece ser a sua mãe. A menina leva um balão cor-de-rosa na mão. O balão escapa-lhe. A menina chora olhando para o balão que se afasta na imensidão do céu.

John V.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s